Luiz Sayão: A covardia do atentado no Texas

Luiz Sayão: A covardia do atentado no Texas
novembro 07 01:31 2017

É triste, lamentável e doloroso. De modo covarde, Devin Kelley deixou 26 mortos e mais de 20 feridos num culto na Primeira Igreja Batista de Sutherland Springs, Texas (EUA). A indefesa igreja não poderia imaginar um cenário tão apavorante e cruel. O atentado surpreende por ter sido contra uma Igreja Batista. Os batistas e os menonitas (variantes do mesmo grupo) não se envolvem diretamente com política, são contra a mistura entre Igreja e Estado, têm governo democrático (todos têm direito a voto), possuem autonomia da igreja local, não têm papa e são pacíficos. A história dos batistas sempre foi de perseguição. Fugiram da Europa e da Rússia e vieram abrigar-se nas Américas. Foram perseguidos por católicos, protestantes, ateus e não-cristãos. Por que atacar uma pequena Igreja Batista? Até que ponto chega a violência! Por que o ódio contra a fé? Como isso tem aumentado! É hora de parar com a incitação à violência, à cultura do ódio e das armas, à polarização perigosa (política, racial ou religiosa) e à glorificação da morte. Só nos resta chorar e repetir o que todo batista sempre disse: “Importa amar a Deus e ao próximo” (Mt 22.37-39). Por isso, no meio da dor, dizemos: “Pai, perdoa-lhe, ele não sabe o que faz” (Lc 23.34).

 

Luiz Sayão é pastor, teólogo e hebraísta da Igreja Batista Nações Unidas (São Paulo-SP).

  Categories:
view more articles

About Article Author

diariogospel
diariogospel

View More Articles
write a comment

0 Comments

No Comments Yet!

You can be the one to start a conversation.

Add a Comment

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.