Sessão solene na Câmara de Palmas celebra os 500 anos da Reforma Protestante

Sessão solene na Câmara de Palmas celebra os 500 anos da Reforma Protestante
novembro 22 19:10 2017

Com o objetivo de celebrar os 500 anos da Reforma Protestante, foi realizada uma sessão solene na manhã desta terça-feira, 21, na Câmara de Palmas. O evento foi requerido pelo vereador Tiago Andrino (PSB) e teve apoio de todos os parlamentares. Os 500 anos da Reforma Protestante foram celebrados em vários países no dia 31 de outubro.

Andrino ressaltou a importância de se comemorar a data. “Essa é uma celebração muito importante para toda a sociedade, porque o ponto principal da reforma é justamente trazer razão à fé, contribuir com a educação e transformar a vida das pessoas independente da religião de cada uma”, destacou o parlamentar ao presidir a sessão.

A sessão solene contou a participação do Coral e da Orquestra da Segunda Igreja Batista de Palmas (Sibapa). Também participaram do evento, o reitor do Ceulp/Ulbra, Adriano Chiarani da Silva, o diretor do colégio Ulbra Palmas, Joel Muller, o professor universitário Wolgang Teske, a bispa Edna Nascimento, o bispo Guaracy Batista da Silveira, além de pastores de diversas igrejas evangélicas da Capital.

O presidente da Casa, Folha Filho (PSD), falou sobre a importância em levar temas religiosos para o plenário, “temos buscado abrir espaço para os segmentos religiosos e para os líderes da nossa cidade, fomentar e discutir assuntos deste teor faz parte da democracia”.

Todos os participantes tiveram a oportunidade de usar a tribuna de honra da Casa para prestar homenagens e falar um pouco sobre a história da Reforma Protestante. Eles defenderam que o movimento é contínuo e se mantêm atual na sociedade, que é preciso sempre relembrar os princípios cristãos, como a moral, o amor e a fé.

500 anos da Reforma Protestante

Em 31 de outubro de 1517, o monge alemão Martinho Lutero (1483-1546) pregou suas “95 teses contra a venda de indulgências” na porta da igreja do Castelo de Wittenberg, na Alemanha. O clérigo se posicionou contra práticas da Igreja Católica Romana que ele considerava abusivas, como a venda do perdão de Deus. Para ele, diante do sincero arrependimento da pessoa, o perdão deveria ser gratuito.

As teses defendidas por Lutero logo se espalharam por toda a Europa, iniciando o movimento da Reforma Protestante. Por isso, em 2017 se comemora os 500 anos deste importante acontecimento histórico.

  Categories:
view more articles

About Article Author

diariogospel
diariogospel

View More Articles
write a comment

0 Comments

No Comments Yet!

You can be the one to start a conversation.

Add a Comment

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.